Observatório de cinema - Casa das Artes de Vila nova de Famalicão

Paisagens Temáticas

O Lugar

A secção mote deste episódio encontra lugares, que se relevam objectos de transgressão, paisagens construídas e ampliadas pela lente do Cinema. Ruas e edifícios, cidades transformadas, espaços públicos que se revelam inúteis e desprezados pelo tempo, ofícios que as imagens procuram conservar. Neste grupo de sessões também agrupamos curtas-metragens de produção portuguesa que pomos em diálogo com as longas: sítios e edifícios que procuram resistir à imposição do progresso, a insularidade como motor de criação de fábulas, ou como impelir a luz para dentro do (inóspito) lugar, para o humanizar, para encontrar outras histórias geradoras de memória (VR).

  • de Ana Guimarães e Virgílio Ferreira
  • A NATUREZA E O LUGAR DA NATUREZA: CONVERSAS

  • 15h00, 13 de Outubro a 30 de Novembro (Foyer)
  • uma encomenda da Casa das Artes de Famalicão, no âmbito do Close-up

Uma experiência sobre uma ideia de lugar, a partir da qual se constituiu a proposta de instalação, fotografia e vídeo dos artistas Ana Cidade Guimarães e Virgílio Ferreira. A exposição incide sobre a exploração de (re)combinação do espaço e tempo, coordenados e não coordenados entre si, resultando numa variedade de imagens simbólicas, sons e movimentos das quais vários lugares em mutação podem ser formados.

  • de Bruno de Almeida
  • CABARET MAXIME

  • 13 de outubro (18h00, PA) M/16
  • Cabaret Maxime (Portugal / EUA, ficção, 2018, 94 min)
  • comentado por Bruno de Almeida e Manuel João Vieira
  • no imdb | entrevista a Bruno de Almeida

Há já vários anos que Bennie Gazza administra o Maxime, um cabaré onde desfilam artistas de todos os géneros e personalidades. O ambiente é íntimo e acolhedor, e todos vêem aquele lugar como uma segunda casa. Mas quando Bennie é abordado pelos proprietários, que acham que têm de ser tomadas medidas para modernizar o espaço e torná-lo mais apelativo, vê-se confrontado com o dilema de mudar não apenas o espírito do cabaré de que tanto gosta, mas também as vidas das pessoas que o ajudaram a sobreviver nos tempos mais difíceis da sua vida. Contudo, recusar a mudança revela-se mais complicado do que seria de imaginar... Co-produção entre Portugal e os EUA, um filme policial que se inspira vagamente na história do verdadeiro Cabaret Maxime, sala lisboeta que foi obrigada a fechar portas em 2011.

Ramiro é um alfarrabista que, depois de escrever um livro que se tornou um êxito, entrou em crise de inspiração. Passaram-se anos e ainda não encontrou forma de passar para a escrita as ideias que tem para uma segunda obra. Sem família, passa os dias entre a sua pequena loja, situada num dos bairros mais populares de Lisboa, e as saídas à noite com alguns amigos de copos. Mas as pessoas de quem se sente mais próximo são as vizinhas Daniela e Amélia. A primeira é uma adolescente despreocupada que está grávida; a segunda é a alegre avó de Daniela, que sofreu recentemente um AVC e se encontra em fase de recuperação. E a colorir um pouco mais a monotonia da vida de Ramiro há também Patrícia, uma rapariga simpática que há muito está apaixonada por ele... Produzido pela O Som e a Fúria, uma comédia realizada por Manuel Mozos ("Xavier", "Ruínas").

A 9 de Abril de 1968 o republicano Dt. Nuno Simões (1894-1976) é homenageado pelo Concelho de Vila Nova de Famalicão, sendo-lhe atribuída a insígnia do “Grande Oficialato da Ordem de Benemerência”. Duas equipas da Cultura Filme, sob a direcção do produtor Ricardo Malheiro, fizeram a cobertura cinematográfica deste acontecimento para os "Jornais Associados" do Brasil. Completaram o seu trabalho filmando vários aspectos da vila e do concelho de Famalicão, e ainda alguns pormenores da "feira dos folares". “A Terra e o Homem” é um documentário do cineasta Manuel Guimarães (1915-1975), com uma duração de cerca de 15 minutos, cujo restauro teve financiamento do Municipio de Vila Nova de Famalicão.

  • de Sean Baker
  • THE FLORIDA PROJECT

  • 15 de outubro (21h45, PA) M/14
  • The Florida Project (EUA, ficção, 2017, 111 min)
  • comentado por Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves
  • no imdb | página da Alambique

Florida, EUA. Moonee tem seis anos e vive com Halley, a mãe, num motel de beira de estrada próximo do parque da Walt Disney. Ela é alegre e inteligente e os seus dias são passados a brincar com as crianças que ali habitam; já Halley é uma jovem inconsequente que sobrevive graças a subsídios estatais e alguns biscates mais ou menos legais. Mas é Bobby, o gerente, quem vai garantindo a segurança necessária àquele pequeno grupo de crianças, que o olham como se de um verdadeiro pai se tratasse… Estreado no Festival de Cinema de Cannes, um filme dramático escrito e realizado por Sean Baker ("Tangerine").

  • de Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves
  • ÁGUA MOLE

  • 15 de outubro (21h45, PA) M/12
  • Água Mole (Portugal, animação, 2017, 9 min)
  • comentado por Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves
  • no imdb | página do filme na Agência

Os últimos habitantes de uma aldeia não se deixam submergir no esquecimento. Num mundo onde a ideia de progresso parece estar acima de tudo, esta casa flutua. Premiado no Cinanima e no Monstra.

  • de Wes Anderson
  • ILHA DOS CÃES

  • 17 de outubro (18h30, PA) M/12
  • Isle of Dogs (EUA/Andorra, animação, 2018, 101 min)
  • comentado por Jorge Jácome
  • no imdb | entrevista a Wes Anderson

Num futuro não muito distante, na fictícia cidade japonesa de Megasaki, a população canina atingiu proporções tão alarmantes que o presidente da Câmara, um homem ambicioso e sem escrúpulos, decidiu expulsar todos os cães e colocá-los numa enorme lixeira isolada. Nesse lugar, os animais tentam sobreviver, já sem esperança de regressar à sua antiga vida. Até que um dia, pilotando uma pequena avioneta, lhes aparece Atari, um rapaz de 12 anos que ali chega determinado a encontrar Spots, o seu adorado cão. Os rafeiros, animados com a sua chegada, resolvem ajudá-lo a procurar o amigo perdido. Assim começa uma grande amizade que acabará por mudar o rumo dos acontecimentos… Com realização de Wes Anderson um filme de animação em "stop motion" com as vozes de Scarlett Johansson, Greta Gerwig, Frances McDormand, Edward Norton, Bill Murray, Harvey Keitel e Yoko Ono.

Perante um cenário de crise natural nos Açores provocada por uma incontrolável praga de hortênsias, a população açoriana vê-se forçada a abandonar as ilhas. Dois jovens soldados, sequestrados pela beleza da paisagem, guiam-nos pelas narrativas dos que partiram e o inerente desejo de resistirem, ficando. Através desta deambulação, o filme assume uma reflexão nostálgica e política sobre território e identidade, bem como sobre o papel que assumimos nos lugares aos quais pertencemos. Flores recebeu os prémios do público e da competição internacional do Festival de Curtas Metragens de Hamburgo.

  • de Valeska Grisebach
  • WESTERN

  • 18 de outubro (21h30, PA) M/14
  • Western (Alemanha/Bulgária/Áustria, ficção, 2017, 119 min.)
  • comentado por Vasco Câmara
  • no imdb | por Vasco Câmara

Um grupo de trabalhadores alemães chega a uma zona remota da Bulgária para construir uma central hidroeléctrica. Ali, a maioria deles adopta uma atitude de superioridade em relação aos habitantes locais, o que rapidamente os torna indesejados. A única excepção é Meinhard, um homem tranquilo e pouco dado a excessos que, por isso mesmo, depressa começa a ser ostracizado pelos colegas. Com o tempo, Meinhard começa a fazer algumas amizades junto da população. Com eles, apesar das diferenças culturais e da barreira linguística, vai descobrir um sentimento de comunidade que nunca tinha experienciado na sua própria terra… Estreado na secção “Un Certain Regard” no Festival de Cinema de Cannes.

  • de Philippe Van Leeuw
  • NA SÍRIA

  • 19 de outubro (21h30, PA) M/16
  • Insyriated (Libano/Bélgica/França, ficção, 2017, 85 min)
  • comentado por Rita Benis
  • no imdb | por Inês Lourenço

Em Damasco (Síria), uma mulher tenta transformar o seu pequeno apartamento num refúgio para família e vizinhos. Num esforço de os proteger da guerra e das atrocidades que decorrem no exterior, recria uma espécie de normalidade nas suas vidas. Aterrorizados com a possibilidade de serem bombardeados a qualquer momento, com água e comida racionadas, eles vão tentando sobreviver, esperançosos de que o fim do conflito esteja para breve… Estreado no Festival de Cinema de Berlim, onde recebeu o Prémio do Público na Mostra Panorama.

  • de João Salaviza e Ricardo Alves Jr.
  • RUSSA

  • 19 de outubro (21h30, PA) M/12
  • Russa (Portugal/Brasil, documentário/ficção, 2018, 20 min)
  • comentado por Rita Benis
  • no imdb | página do filme

Russa volta ao Bairro do Aleixo no Porto, visitando a irmã e os amigos com quem celebra o aniversário do filho. Neste breve encontro, Russa regressa à memória coletiva do seu bairro, onde três das cinco torres ainda se mantêm de pé.